FIMFA Lx17 arranca na capital

A partir de hoje e até ao próximo dia 28 de maio realiza-se mais uma edição do  FIMFA Lx – Festival Internacional de Marionetas e Formas Animadas, que trará à capital portuguesa 15 projetos de reputadas companhias e criadores nacionais e internacionais.

Aquela que é já a 17.ª edição abre com a companhia alemã Familie Flöz que nos traz Teatro Delusio – espetáculo premiado internacionalmente e distinguido no Edinburgh Fringe Festival, por sete vezes, com cinco estrelas. O teatro dentro do teatro, para ver, no Maria Matos, até  13 de maio.

Amanhã, dia 12 até 14 de maio, o Teatro São Luiz recebe a companhia chilena Teatro y su Doble. Feos é um espetáculo inspirado num conto de Mario Benedetti, em que marionetas tentam mostrar a relação do ser humano com a beleza e o seu oposto.

Um ballet aéreo para sacos de plástico é a proposta que Phia Ménard (França) traz ao São Luiz, de 18 a 21 de maio. Através de múltiplos ventiladores que dão forma aos sacos, pequenas criaturas ganham vida, dançam e voam no ar ao som de Claude Debussy.

No Teatro Nacional D. Maria II, Paul Zaloom, um dos mais reputados marionetistas americanos, apresenta “The Adventures of White-Man”. O também realizador e humorista, crítico da política ocidental, conta-nos a história do “homem branco” e das suas dificuldades. Em cena de 19 a 21 de maio.

Em “Celui qui tombe”, o espetáculo do francês Yoann Bourgeois, seis performers parecem desafiar as leis da gravidade ao tentarem encontrar equilíbrio numa imponente plataforma suspensa, que se inclina, balança e eleva. Uma vertiginosa dança de sobrevivência para ver nos dias 20 e 21 de maio, no Teatro São Luiz.

Também nas mesmas datas, 20 e 21 de maio, o Teatro Maria Matos recebe a companhia franco-norueguesa Plexus Polaire que leva à cena um espetáculo de teatro visual, inspirado em acontecimentos reais e no best-seller norueguês “Before I burn”. Cendres relata a história de um incendiário que assola uma aldeia norueguesa, nos anos 70. Anos mais tarde, um jovem escritor é assombrado por esta história.

Pelo FIMFA Lx17 passam ainda os franceses Bêtes de foire – Petit théâtre de gestes, que se apresentam no Museu de Lisboa – Palácio Pimenta, e Renaud Herbin e La Pendue, ambos no Teatro São Luiz. Portugal está presente pela apresentação dos últimos trabalhos do Teatro de Marionetas do Porto e Teatro de Ferro, que estreiam no Teatro Taborda; André Murraças (estreia absoluta) e Madalena Marques, no Teatro São Luiz, e A Tarumbana Livraria Ferin. Destaque ainda para o documentário Puppet, do realizador americano David Soll, que será exibido a 22 de maio na Cinemateca Portuguesa. Um estudo sobre a crescente popularidade da marioneta nos Estados Unidos.

O preço dos bilhetes varia entre os 3 e os 15€ (de acordo com os preçários dos locais de apresentação).

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *