Fortunato da Câmara lança “TOP – Tesouros de Origem Portuguesa”

“TOP – Tesouros de Origem Portuguesa” é o título do livro de Fortunato da Câmara, conceituado crítico gastronómico, que estará à venda a partir de amanhã, 10 de março, sob a chancela de A Esfera dos Livros, e que nos revela um lado pouco conhecido da nossa gastronomia em 208 páginas.

Sabia que na ilha da Madeira existe uma plantação de mangas de sabor celestial pousada no sopé de uma escarpa com 400 top tesourosmetros? Ou que na região norte de Portugal é possível encontrar mini-kiwis sem pele que se comem como uvas, enquanto na Beira Interior cresce o verdadeiro açafrão, plantado por um casal entusiasta! No Alentejo há um citrino japonês de eleição, e no Algarve pode saborear-se um iogurte de cabra serrana que faz as delícias de qualquer um…

É uma viagem à descoberta de produtos gastronómicos “TOP – Tesouros de Origem Portuguesa” que se faz também por sabores tradicionais como o bacalhau de cura amarela, os pastéis de Tentúgal, as carnes regionais, os enchidos à base de porco, legumes esquecidos ou pouco conhecidos como a cherovia, o calondro ou o limão “galego” dos Açores, e sem perder de vista sabores certificados com distinção como a meloa de Santa Maria, ou frutos à beira da extinção como as maçãs do Minho e o pêssego rosa de Colares.

Fortunato da Câmara iniciou-se na escrita de gastronomia há dez anos no Semanário SOL como crítico de restaurantes e cronista de história da alimentação. É desde Janeiro de 2015 o crítico gastronómico do jornal semanário Expresso. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *