Onde Ir com… Alice Vieira

“Só duas coisas que, entre tantas, me afligiram” é o mais recente livro da conhecida escritora portuguesa Alice Vieira. Formada em Filologia Germânica pela Faculdade de Letras de Lisboa, Alice iniciou a sua carreira como jornalista no Diário de Lisboa, tinha então 18 anos. Passou por vários jornais, entre eles o Diário de Notícias.

“Rosa, Minha Irmã Rosa” foi o seu primeiro romance juvenil a ser publicado em 1979 e que lhe mereceu o “Prémio de Literatura do Ano Internacional da Criança”. Da sua obra infantojuvenil fazem parte títulos como “Fita, Pente e Espelho”, “A Adivinha do Rei”, “Periquinho e Periquinha”, “Maria das Silvas”, “As Três Fiandeiras”, “A Bela Moura”, “O Pássaro Verde”, “Eu Bem Vi Nascer o Sol”, entre muitos outros que lhe valeram alguns dos principais prémios literários.

Já no que diz respeito a literatura para adultos, obras como “Praias de Portugal”, “Esta Lisboa”, “Bica Escaldada”, “Pezinhos de Coentrada”, “O Livro da Avó Alice” são alguns dos exemplos que podemos citar.

O Onde Ir propôs a Alice Vieira que “levasse” os nossos leitores numa “viagem especial” com as suas sugestões…

 

Qual é o seu país preferido para viajar?

Portugal. Porque temos aqui tudo: praia, campo, serra. E acho sempre imperdoável que as pessoas se armem em turistas no estrangeiro… quando não conhecem o seu próprio país.

Que hotel sugere (no estrangeiro ou em Portugal)?

Hotel du Dôme – Paris. Onde a dona nos fez, a mim e ao meu namorado, a proposta mais direta: “Querem um quarto com vista para os Campos Elísios e com duas camas; ou um quarto com vista para o beco e com cama de casal?” Não digo o que respondemos, claro.

Hotel Vila Galé – Ericeira. Nem é preciso explicar…

Melhor sítio para comer?

Depende do que se quer comer, e se vamos com tempo, ou se vamos a correr…

Em Lisboa acabo sempre na “Colina”, onde vou há mais de 40 anos…

Na Ericeira podemos começar a comer marisco na “Brisa” e acabar com uma ginjinha na Tasca do Lebre e um pôr do sol magnífico na esplanada do “Ouriço”.

Melhor espetáculo ou filme para ver nas próximas semanas?

Let the Sunshine In”, dos Irmãos Feist, no Casino Estoril.

Um regresso ao passado (sem ser saudosista, piegas…), com um elenco de uma qualidade extraordinária. Saímos todos um bocadinho mais felizes, acreditem.

Melhor livro para ler?

Não sei se é o melhor livro, mas é um livro importante, que nos faz pensar muito e não esquecer o que se passou neste país há 42 anos: “Quando Portugal Ardeu”, do meu camarada da “Visão” Miguel Carvalho. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *