12 livros para encontrar na Feira

Qualquer ocasião é uma boa desculpa para lermos um livro, mas a partir desta sexta-feira, até pode comprá-los mais rapidamente na 88.ª edição da Feira do Livro de Lisboa, no Parque Eduardo VII. Por isso vamos deixar-lhe aqui 12 sugestões de livros que saíram recentemente e outros que estão a ser lançados nos próximos dias. Ora veja.

 

“Lisboa Divertida”

A editora Caminho das Palavras vai editar o livro “Lisboa Divertida”, de Andreia Ribeiro e Alberto Faria, que sugere 50 atividades que exploram o lado divertido da cidade, ao mesmo tempo que contam a nossa história e apresentam os pontos turísticos mais importantes. Pintar, desenhar, contar, imaginar, observar e descobrir, são algumas das atividades que vão ajudar os mais pequenos a descobrir uma Lisboa diferente. Podem acabar de construir a Ponte 25 de Abril, escrever o que aconteceu ao D. Sebastião, desenhar os mouros a fugir, colecionar padrões de azulejos e inventar a sua própria calçada portuguesa. Divertido e educativo, é uma ótima maneira de alegrar as crianças que visitam Lisboa e uma prenda para levar para os que ficaram em casa. Os pais podem usá-lo como guia, uma vez que explora os pontos turísticos mais importantes.
O livro tem edição em português, inglês e francês e vai estar à venda nas livrarias. Págs.: 64. PVP: 7,92€

 

“Os Ricos”

Depois de “Os Pobres”, Maria Filomena Mónica traz-nos “Os Ricos”, com edição de A Esfera dos Livros, uma obra em que fala não só da origem das grandes fortunas nacionais, mas da mentalidade e dos costumes do grupo social que deu origem ao título deste livro. Para o escrever, recorreu a memórias, diários e entrevistas. A galeria de personagens vai desde os fidalgos antigos como o 1.º duque de Palmela, o 1.º e 2.º condes de Vila Real e os 3.os condes de Rio Maior até aos capitães da indústria do séc. XX, Alfredo da Silva, Jorge de Mello, António Champalimaud, Américo Amorim e Belmiro de Azevedo, passando pelos milionários do liberalismo, Eugénio de Almeida, D.ª Antónia Ferreira, José do Canto e o conde de Burnay. Através destas biografias ficamos a conhecer melhor a História de Portugal. O livro estará à venda a partir de 25 de maio. Págs.: 296. PVP: 16,90€.

 

“Derramar Saudades”

A Galeria de Arte do Casino Estoril acolhe, no próximo dia 8 de junho, às 17 horas, o lançamento da Obra de poesia “Derramar Saudades”. Trata-se do 41º livro de João Coelho dos Santos, autor de uma extensa obra que se reparte por diferentes áreas como, por exemplo, a Poesia, o Teatro, as Biografias Históricas ou os Ensaios Pedagógicos. A apresentação da Obra “Derramar Saudades” e do seu autor estará a cargo de Mário Assis Ferreira, Presidente da Estoril Sol; Vitor Escudero, Chanceler da Academia de Letras e Artes; Carlos Cardoso Luís, Presidente da Associação Portuguesa de Poetas; e Emília Noronha, Presidente da Universidade de Lisboa Para a Terceira Idade. “Este ‘Derramar Saudades’ foi sendo escrito, como os demais, aos poucos, ao longo de cerca de um ano em função da oportunidade e da inspiração. No caso deste livro, recolhi alguns poemas que estariam destinados a constar do próximo, mas achei oportuno não protelar a publicação do que dediquei aos 50 anos do meu filho Miguel, bem como os escritos em homenagem aos Amigos Marcelo Rebelo de Sousa e S.A.R. o Senhor D. Miguel de Bragança, Duque de Viseu. Também antecipei e aqui incluí os que inspirados nas calamidades dos fogos que tanto, tanto, tanto luto e desgraça causaram em Portugal em 2017”, diz o autor.

 

“Da Ciência ao Amor – Pelo esclarecimento espiritual”

Depois de “Ser Espiritual – Da Evidência à Ciência”, publicado em 2013 e já com 24 edições, Luís Portela, Chairman da Bial, lança este mês um novo livro pela Gradiva com o título “Da Ciência ao Amor – Pelo esclarecimento espiritual, em que aprofunda um dos principais interesses que tem atravessado toda a sua obra já publicada – a compreensão da dimensão integral do Homem, tanto sob os aspetos físicos como sob o ponto de vista espiritual.

Partindo da evidência de que o mundo contemporâneo tem vindo a registar um desenvolvimento eminentemente centrado nas áreas científicas e tecnológicas, possibilitando, por exemplo, um grande conhecimento do corpo humano e um aumento da esperança média de vida, o autor constata que a área espiritual tem vindo a ser inversamente descurada e pouco estudada, verificando-se mesmo algum desequilíbrio na postura de muitas pessoas, mais focadas no mundo físico, no ter e no parecer, e menos atentas aos valores universais, ao ser, e à vida espiritual. Com este seu livro, Luís Portela, ao sintetizar as mais atuais e profundas investigações científicas na área da Parapsicologia, pretende dar um contributo para o esclarecimento espiritual da Humanidade. Com ele procura mostrar como o conhecimento científico neste domínio poderá ajudar a criar condições para que os seres humanos vivam com mais conforto espiritual num ambiente de crescente harmonia, desenvolvendo a sua capacidade para se respeitarem e amarem a si próprios e ao outro, nas suas mais diversas formas; mas também a respeitarem e amarem o Todo Universal de que fazem parte. Págs.: 168. PVP: 11,00€

 

“Portugal Lambareiro”

O Círculo de Leitores lança no próximo dia 27 de maio, às 18h30, na Feira do Livro de Lisboa, no espaço Autores Que Nos Unem, da Porto Editora, o livro “Portugal Lambareiro”, de Guilherme Felgueiras. A Obra será apresentada por Francisco Bairrão Ruivo, historiador e bisneto do autor, pelo antropólogo José Manuel Sobral e pelo crítico gastronómico Fortunato da Câmara. Trata-se, pois, de “um trabalho fundamental ao elencar e dicionarizar centenas de receitas de doces, muitas vezes traçando a sua história e origem, com o aliciante de, provavelmente, nos depararmos com receitas inéditas ou, pelo menos, esquecidas ou apenas lembradas na tradição oral”. Págs.: 688. PVP.: 24,99€

 

 “José Manuel de Mello – A Cultura da União”

Já está nas livrarias a aguardada biografia de um grande empresário português. José Manuel de Mello (1927-2009), que o Expresso apelidou de “o empresário sem medo”, foi um empreendedor notável e de grande visão, para sempre ligado no imaginário português à Lisnave. Herdeiro dos destinos da Companhia União Fabril (CUF), que o Avô Alfredo Silva fundara, e da sua cultura empresarial, viu o 25 de Abril chegar numa altura em que o grupo que liderava era o maior de Portugal e um dos maiores da Europa. Com as nacionalizações, a família perdeu o património e saiu do país. Nos anos 90, José Manuel de Mello regressa a Portugal e funda um novo grupo, alicerçado nos princípios familiares, mas necessariamente voltado para o futuro, dinâmico e inovador. Nesta biografia exaustiva e bem documentada, Miguel Figueira de Faria traça o percurso e os marcos decisivos da vida deste empresário português, da CUF ao Grupo José de Mello. Págs.: 496 páginas. PVP: 19, 90€

 

“Massagem Ayurvédica”

Valter Carlos Cardim apresenta os fundamentos e as práticas mais salutares de uma terapia milenar em “Massagem Ayurvédica”. A técnica de terapia ancestral explicada e ilustrada em 30 passos. Valter Carlos Cardim iniciou a sua formação na área da medicina Ayurvédica com o mestre Osho, aprendendo diversas técnicas de meditação e terapia. Em “Massagem Ayurvédica”, Sw. Gyanesh, como é conhecido no meio, explica, passo-a-passo, os fundamentos e as práticas mais salutares desta terapia milenar, nascida no seio das tradições exóticas do Este. O autor desvenda, nesta edição revista e atualizada do seu livro, como é possível, através da massagem Ayurvédica, trabalhar profundamente os tecidos do corpo, permitindo corrigir a postura e os centros de energia e promovendo assim uma melhor manutenção da saúde e do bem-estar físico e psíquico. Nas livrarias a 25 de maio, sendo o primeiro manual desta terapia em Portugal. Págs.: 248. PVP: € 16,60

 

“Morrer Com Dignidade: A Decisão de Cada Um”

A Contraponto publica o livro “Morrer Com Dignidade: A Decisão de Cada Um”, da autoria do movimento cívico Direito a Morrer com Dignidade e organizada pelo médico e político João Semedo, que chega amanhã (25 de maio) às livrarias. No dia 29 de maio, a Assembleia da República discute um assunto da maior importância, uma questão de dignidade: a despenalização da morte assistida. Esta obra, cujos direitos de autor revertem por inteiro para a ONG Médicos do Mundo, inclui: testemunhos de Aranda da Silva, Daniel Bessa, Edite Estrela, Francisco George, Francisco Louçã, Francisco Pinto Balsemão, Júlio Machado Vaz, Maria Filomena Mónica, Mário Nogueira, Rogério Alves e Rui Rio; introdução de João Semedo, prefácio do também médico Gilberto Couto, posfácio da jornalista Lucília Galha; respostas a 33 questões fundamentais sobre a morte assistida; textos dos autores dos projetos de lei em debate no Parlamento (Maria Antónia Almeida Santos, deputada do PS; José Manuel Pureza, deputado do BE; André Silva, deputado do PAN; Heloísa Apolónia e José Luís Ferreira, deputados do PEV); textos de juristas sobre a consagração da despenalização na lei portuguesa; sugestões de leitura. Págs.: 144. PVP: € 12,20

 

 “Mulheres & Poder”

“No que toca a silenciar as mulheres, a cultura ocidental tem milhares de anos de experiência”, escreve Mary Beard autora do livro “Mulheres & Poder”, que já se encontra à venda nas livrarias. Com sentido de humor e uma erudição imbatível, Mary Beard recorre a exemplos variados, dos clássicos à atualidade, para analisar o modo como as mulheres poderosas têm sido tratadas ao longo da História, os nossos pressupostos culturais sobre a relação das mulheres com o poder e os subterfúgios que usamos para justificar as “exceções” – da masculinização à androginização, narrativas às quais poucas mulheres poderosas escapam.

Mary Beard reflete sobre a misoginia declarada e dissimulada e sobre as suas próprias experiências com o sexismo e pergunta-se: se as mulheres não são vistas como fazendo parte das estruturas de poder, não será altura de redefinir o poder e essas estruturas? Um ensaio pragmático e culto sobre a (im)possibilidade da voz das mulheres no espaço público. Págs.: 120. PVP: 12, 20€

 

“O escuro que te ilumina”

Chega amanhã, 25 de maio, às livrarias, o livro de José Riço Direitinho, “O escuro que te ilumina”. Um romance perigoso, brutal e inclassificável. Lisboa é a cidade onde ninguém dorme. Nem o narrador desta história surreal. A sua janela dá para a fachada de um edifício de apartamentos de cujos habitantes imagina a vida sexual (até se apaixonar por uma vizinha). Porém, quando começa a investigar a vida real dessas pessoas – e dessas mulheres –, percebe que a sua imaginação é demasiado pobre em comparação com a realidade; na “cidade que não dorme” o desejo confunde-se com a perdição, o delírio com a abjeção, e não há fronteiras entre sexos nem entre pessoas. José Riço Direitinho regressa com um romance erótico – e pornográfico, brutal, perigoso e inclassificável, onde reconhecemos parte da cidade e dos seus habitantes. Todos os lugares são reais; as personagens, às vezes são inventadas. Págs.: 144. PVP: € 15, 50

 

“Propósito”

Em “Propósito”, Sri Prem Baba esclarece que o amor é o verdadeiro sentido da vida, o único desígnio da humanidade. “Quem somos? O que estamos aqui a fazer? Para onde vamos?” Estas são algumas das questões que o líder humanitário e mestre espiritual Sri Prem Baba coloca no seu novo livro, “Propósito”. O autor estará em Lisboa de 31 de maio a 4 de junho de 2018 para promover o livro, fazendo o lançamento, com apresentação de Ana Rita Clara, no dia 4 de junho, às 19H00, na Feira do Livro de Lisboa. Considerado o maior bestseller de Espiritualidade do ano, “Propósito” pretende que o ser humano volte a questionar o sentido da vida, entendendo que alma e corpo são igualmente importantes para atingir o verdadeiro objetivo: amar e ser amado. O autor revela como as inúmeras conquistas proporcionadas pela inteligência humana levaram a que, como um todo, a humanidade passasse a acreditar ser o centro da criação, dando primazia à matéria e ao corpo e esquecendo a essência humana e a identidade espiritual. Págs.: 168. PVP: € 15,50

 

“Quem Meteu a Mão na Caixa”

Em 2016, com o muito elogiado sucesso “A Vida e a Morte dos Nossos Bancos», Helena Garrido mostrou ao país de que forma os banqueiros, empresários e políticos se envolveram numa Grande Farra de dívida, que resultou num processo de destruição da banca portuguesa. A 25 de maio de 2018, a Contraponto publica um novo e revelador livro desta jornalista e professora, uma investigação prodigiosa sobre os negócios, a roda do dinheiro e as guerras do poder na Caixa Geral de Depósitos. “Quem Meteu a Mão na Caixa” é uma investigação assombrosa, que mostra como os contribuintes vão pagar caro os erros dos gestores e políticos que meteram a mão na Caixa. Págs.: 200. PVP: € 16,60 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *