15 Hotéis para Viver o Vinho

Esta é uma daquelas colheitas difíceis de selecionar, porque deixamos de fora muitas (e boas) propostas de enoturismo em Portugal. Ainda assim, o Onde Ir reuniu aquelas que lhe parecem as melhores castas dos hotéis vínicos nacionais. Mesmo que o tempo das vindimas esteja a acabar, não se esqueça: as experiências ficam para lá do lavar dos cestos.

Por Wilson Ledo

1 L’AND Vineyards. Este refúgio em Montemor-o-Novo agrada não só aos apreciadores de vinho, mas também de arquitetura. São 25 suites, com vista privilegiada para as estrelas durante a noite alentejana. Há ainda um restaurante com estrela Michelin para descobrir.

 

 

2 Six Senses Douro Valley. É em Lamego, numa quinta do século XIX, que se pode aproveitar uma das melhores vistas sobre o Douro, Património da Humanidade. Além da paisagem, os amantes de vinho podem aprofundar os seus conhecimentos na biblioteca do hotel.

 

 

 

3 Quinta Nova de Nossa Senhora do Carmo. O nome da terra, Covas do Douro, denuncia a região onde se insere esta quinta. A imprensa britânica tem-se mostrado rendida aos seus encantos e já a chamou de “joia escondida”. Além de uma das mais antigas adegas da região, é possível visita um museu dedicado inteiramente ao vinho.

 

 

4 Quinta do Quetzal. Cees e Inge de Bruin transformaram a Vidigueira, no Alentejo, num verdadeiro centro de arte. A partir da coleção privada da família, já organizaram várias exposições na propriedade onde também produzem vinho. Apesar de não poder dormir, aconselha-se uma experiência gastronómica no restaurante do chef Pedro Mendes.

 

 

5 Vila Galé Clube de Campo. Além da hotelaria, o grupo Vila Galé também produz vinhos, com a marca Santa Vitória. Se a experiência nas vindimas para os hóspedes era possível até meados de setembro, agora o verdadeiro desafio é provar colheitas de outros anos. Sempre com o ar puro do Alentejo.

 

 

 

6 Quinta do Vallado. É uma das quintas mais antigas do Douro e data de 1716. Quem desejar pernoitar por Peso da Régua pode ficar na antiga vivenda ou instalar-se no hotel com traços mais contemporâneos construído mesmo ao lado. Todos os dias há visitas à adega e degustação de vinho.

 

 

 

 

7 The Yeatman Hotel. Se a tradição vínica já era um forte argumento, um restaurante com duas estrelas Michelin, que interpreta o melhor da cozinha portuguesa, pode fazer toda a diferença na sua decisão em rumar a Vila Nova de Gaia. Neste hotel, a vista para o Porto e para o Douro também é de luxo.

 

 

 

8 Parador Casa da Ínsua. Outubro ainda é mês de vindima em Penalva do Castelo, a poucos quilómetros de Viseu. Neste solar barroco, rodeado de relaxantes jardins, produz-se um dos vinhos da região do Dão. Os hóspedes podem participar nas vindimas, assistir à produção dos vinhos e ainda fazer provas.

 

 

 

9 Herdade da Malhadinha Nova Country House & Spa. O melhor da ruralidade encontra-se com o conforto e a elegância mais contemporâneos em Albernoa. Neste monte, é possível descobrir com mais detalhe o mundo dos vinhos e da vinha e degustar incontornáveis pratos da gastronomia alentejana.

 

 

 

10 The Wine House Hotel – Quinta da Pacheca. Já alguma vez imaginou dormir dentro de barricas de vinho? Em Lamego é possível, em 10 quartos com vista para o Douro. Quando o céu estiver limpo, nem vai precisar de sair da cama para ver as estrelas: conte com uma janela panorâmica no topo.

 

 

 

11 The Vintage House Hotel Douro. Em Pinhão, no coração do Douro, mantém-se a arquitetura tradicional desta herdade do século XVIII, agora com o conforto dos nossos dias. Além de um passeio pelas vinhas das redondezas, prove (uma vez mais) o famoso Vinho do Porto.

 

 

 

12 Casa das Pipas – Quinta do Portal. Até 15 de Outubro, pode optar por um dos programas de vindimas desta unidade em Sabrosa, no Douro. Entre as atividades conta-se uma visita à adega e ao armazém de envelhecimento da autoria do arquiteto Álvaro Siza Vieira. Perca-se também no conhecimento da biblioteca vínica.

 

 

 

 

 

13 Torre de Palma Wine Hotel. Na Roma Antiga, o vinho era sempre bem apreciado. Nesta unidade em Monforte, bem perto das antigas ruínas de uma vila romana, também tem lugar de destaque. Uma propriedade com muitas histórias para contar e a que sabe bem brindar, seja na adega ou no restaurante.

 

14 Monverde Wine Hotel. A Quinta da Lixa é um convite para conhecer o vinho verde e a região que o produz. Em Amarante, um projeto de amigos transformou-se num hotel aberto ao mundo, onde as experiências – envolvam vinho ou não – se querem relaxantes.

 

 

 

15 Insula Atlantis. Embora os Açores não sejam frequentemente associados a vinho, também no meio do Atlântico se produz o “néctar dos deuses”. A vontade deste empreendimento no Pico é oferecer aos visitantes o espírito de família que se vive associado ao vinho, com casas construídas dentro das vinhas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *