16 + 1

Any fact becomes important when it’s connected to another.

 

Umberto Eco, Foucault’s Pendulum (1988)

Acreditamos nas múltiplas ligações entre pessoas, na importância do combate ao isolamento de projetos e na arte contemporânea como rede de conexão contínua entre artista, público e colecionador. Uma obra de arte materializa-se na possibilidade de se relacionar com quem a contempla, encontrando, finalmente, o próprio eco. A sua visibilidade materializa-se no ato de exposição pública e a relevância da exposição sustém-se nos infinitos atos comunicativos que origina e no debate que gera. O seu poder reside nas vontades individuais de quem cria, visita ou coleciona e nenhum é ilha: nem o autor, nem o visitante ou o espaço de galeria.

Cumprindo um dos desígnios da zet gallery, os últimos dois meses deste ano serão das Belas-Artes. Em ligação à Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa, trazemos a Braga: Alberto Rodrigues Marques, Ana Sofia Sá, André Silva, Carla Afonso, Carolina Serrano, Dora Meirelles, Fábio Veras, Francisco Correia, Jéssica Burrinha, Joana Pitta (Não Joana), Lena Wan, Marco Pestana, mikha-ez, Poli Pieratti, Rita Vidigal, Rodrigo Empis, Rúben Lança, Sal Silva e Tiago Santos. 16 + 1: dezasseis artistas e um coletivo de três são o todo que dá vida à exposição SINGULAR PACE, com curadoria de Helena Mendes Pereira, chief curator da zet gallery.

A seleção deste núcleo abrange outros três nomes: Cabral Pinto, diretor artístico da Fundação Bienal de Arte de Cerveira, Fernanda Araújo, artista plástica representada pela zet gallery e Jorge da Costa, diretor do Centro de Arte Contemporânea Graça Morais, compõem o júri decisor da referida seleção, no contexto da edição de 2018 das Galerias Abertas da Faculdade. A exposição inaugura dia 17 de novembro, às 16h00, na zet gallery.

Em espírito de permanente aprendizagem, recebemos Cláudia Camacho, diretora da AntiFrame – Art Consulting, editora do guia de exposições Art Alibi e organizadora do Alibi Art Weekend. Lecionará uma das últimas oportunidades de assistir ao workshop: Planificação e organização de exposições. O papel do curador, que conta com mais de 50 edições. A proposta para uma intensiva aprendizagem de dois dias realiza-se em simultâneo com a data de inauguração (17 e 18 de novembro) e poderá ser consultada aqui. As inscrições podem ser efetuadas através deste e-mail.

 

 

 

 

 

 

Por Catarina Martins

Head of Communication da zet gallery 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *