Alimentos para proteger o bronzeado

Quando se fala de férias, praia, ar livre e alimentação, assumem um papel predominante os nutrientes antioxidantes que, como o seu nome indica, impedem um excesso de oxidação celular, combatendo o efeito que os radicais livres (células de ataque) exercem neste sentido.

Graças aos antioxidantes presentes na alimentação, podemos atrasar o processo de envelhecimento.

A pele é o maior órgão do nosso corpo, com mais de 2 metros quadrados de superfície.

Além de ser a fronteira que separa o exterior do interior do corpo, tem 2 funções básicas:

– atuar como camada de proteção

– atuar como camada de ligação, já que recebe e também transmite todos os estímulos do exterior por mais ténues ou delicados que estes sejam.

 

O facto de a pele reagir à exposição solar, adquirindo gradualmente um tom mais escuro, deve-se à produção própria de melanina, responsável pelo bronzeado e que constitui um verdadeiro filtro orgânico para ter os benefícios da exposição ao sol e evitar as suas consequências mais nefastas.

A luz e o calor que o sol gera atuam como antidepressivos naturais. Os seus raios também permitem ao organismo sintetizar a vitamina D (envolvida no bom aproveitamento do cálcio) para garantir uma boa saúde óssea, dentária e um excelente protetor contra as doenças cardiovasculares.

No entanto, o outro lado do sol, derivado das exposições abusivas, está relacionado com uma sobredosagem de raios ultravioleta, conhecidos como UVA e UVB.

Os UVA proporcionam um bronzeado imediato sem queimar, mas também envelhecem prematuramente a pele. São responsáveis pelas reações de fotossensibilidade e estão relacionados com as alergias solares.

Os UVB são determinantes no processo de bronzeamento e os principais causadores do avermelhamento e das queimaduras solares (eritemas cutâneos).

Juntos (UVA e UVB) podem ser os responsáveis a longo prazo pelo aparecimento do cancro da pele. Combater esses nefastos, passa por uma exposição gradual e coerente ao sol e pela aplicação de protetores adequados.

Para isso a alimentação apresenta elevada importância, pois deve ser mais rica em alimentos que forneçam ao organismo substâncias protetoras capazes de estimular a melanina e de lutar contra os radicais livres que são gerados pelo excesso de raios ultravioleta.

 

OS MELHORES ALIADOS

Devem ser consumidos 3 semanas antes da exposição ao sol, para que comecem a agir no organismo.

 – Betacarotenos

São precursores da vitamina A de origem vegetal. A sua presença denota-se pelas cores vivas que os alimentos que os contêm apresentam (amarelo, laranja, vermelho, verde intenso…).

Esta vitamina é capaz de estimular a produção de melanina e de exercer funções antioxidantes que previnem o envelhecimento cutâneo produzido pelo sol, além de aumentar a imunidade.

São fontes: cenoura, tomate, pepino, pimento, melancia, melão, pêssego, alperce, manga, papaia, nêspera, abóbora, beterraba, nectarina. É também encontrado, mas, em quantidades menores na rúcula, couve, espinafre, agrião, brócolo.

Inclua pelo menos na sua alimentação 2 porções diárias de alimentos ricos em betacarotenos (15-30mg/dia), o que equivale a 2 cenouras e 1 papaia.

São também excelentes para diminuir o risco de doença cardiovascular.

 

– Vitamina C

Conhecida como aliada das defesas, encontra-se muito relacionada com a saúde da pele ao protegê-la dos radicais livres, regula a produção de melanina e favorece a formação de novo tecido cutâneo.

São fontes: kiwi, pimento, salsa, morango, toranja, laranja, pêssego, couve roxa, couve flor, espinafre, brócolos, etc..

 

– Vitaminas do complexo B

Essenciais na manutenção dos tecidos conjuntivos e mucosas.

Fontes: cereais integrais, pão, carne, leite, ovos, legumes cor verde escura.

 

– Vitamina E

Antioxidante, relacionada com a saúde e beleza da pele, pois preserva a membrana celular dos danos provocados pela abusiva exposição solar.

São fontes: gérmen de trigo, óleo de gérmen de trigo, azeite virgem extra, cereais integrais, ovos, soja, frutos secos (nozes, amêndoas, avelãs), abacate.

– Selénio, Ferro e Cobre

Às virtudes antioxidantes do selénio, que atua em sintonia com a vitamina E, ligam-se   as propriedades do ferro e do cobre no sentido de fornecer um bom tom de pele.

São fontes: selénio – gérmen de trigo, cereais integrais, levedura de cerveja; ferro – carnes vermelhas, legumes de folha verde (agrião, rúcula brócolo… ), frutos secos; cobre – legumes, cereais integrais, ameixa, passas, ervilhas, peixe, marisco.

 

– Bioflavenóides

Ajudam as células a defenderam-se dos radicais livres e estimulam a formação de   colagénio, Protegem o sistema circulatório, prevenindo varizes e outras complicações.

São fontes: frutos silvestres (amoras, groselhas, mirtilos, framboesas), uvas pretas, cerejas.

 

– Gorduras “Boas”

Os ácidos gordos polinsaturados possibilitam às paredes celulares reter a água   necessária, o que se traduz num bronzeado mais uniforme e acentuado.

São fontes: azeite virgem extra, peixe azul (atum, sardinha, salmão), frutos secos (nozes, amêndoas, avelãs).

 

– Água

Imprescindível, depurativa, torna-se necessária para manter a hidratação cutânea e prevenir a carência de líquidos e favorecer a formação de um bronzeado mais uniforme. Assim se evita o aparecimento de manchas e a rápida despigmentação. Aconselha-se a ingestão diária de 1,5-2L.

Outra fonte de líquidos: sumos e batidos de fruta e vegetais ricos em betacarotenos e outras substâncias aliadas do bronzeado e protetoras da pele.; infusões (chá verde, vermelho) pelo seu alto índice antioxidante (rico em polifenóis que protegem da exposição solar).

 

 

ÓTIMAS RECEITAS!

GASPACHO

Excelente fonte de betacarotenos e outros carotenóides (Licopeno), vitamina C, vitamina E e gorduras saudáveis, o gaspacho é um bom defensor da saúde e da beleza de uma pele bronzeada.

Ingredientes (6 pessoas):

1Kg de tomates maduros

1 pepino pequeno

1 dente alho

1 pimento vermelho

150g de pão (da véspera)

4 colher de sopa de azeite virgem

Água

pitada de vinagre e sal




Elaboração:

Lavar todos os vegetais e deixar o pão em água (de molho).

Cortar os tomates, pepino, alho, tirar as sementes ao pimento e introduzir imediatamente na batedeira as verduras, o pão demolhado e o azeite.

Bater muito bem até obter uma massa.

Adicionar água muito fria a gosto e temperar com pitada de sal e umas gotas

de vinagre.

Servir.

 

 

SUMOS BRONZEADORES

Uma boa opção para consumir betacarotenos

1-2 copos/ dia

 

Ingredientes:

– cenoura, beterraba e laranja

– abacaxi, hortelã e rúcula

– pêssego e laranja

– laranja, maçã, beterraba e cenoura

– laranja, couve e morango

 

Aproveite o bom tempo para praticar caminhadas, não esquecendo o protetor solar e evitar o sol nas horas inadequadas (11h-15h)

Em simultâneo, com a alimentação adequada, também são necessários cuidados estéticos para que a sua pele brilhe da melhor forma.

 

DICAS PARA UMA PELE DE ESTRELA

1 – Manter um estilo de vida saudável e uma alimentação variada e equilibrada.

2 – Limpeza, limpeza, limpeza – utilizar os produtos mais adequados a cada tipo de pele.

3 – Proteger-se adequadamente do sol. Utilizar cremes protetores com filtros solares adequados ao fototipo da sua pele. Aplicar um bom hidratante no final da exposição solar, para evitar escamar a pele.

4 – Evitar o tabaco e o álcool, ou pelo menos, não abusar dos mesmos.

5 – Sorria. Uma atitude positiva é importante para manter a pele em bom estado. O sorriso ajuda a relaxar os músculos faciais e a mantê-los firmes.

6 – Durma e descanse pelo menos 8h/dia.

 

Carla Castrelo

 

 

 

 

 

 

Por Carla Castrelo

Nutricionista

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *