Anime-se! Está aí a Monstra (com sugestões para os miúdos)

Aí em casa o televisor está sempre nos desenhos animados? Bem, quando sair à rua não vai ser muito diferente. O festival de cinema Monstra está de regresso a Lisboa, de 8 a 18 de março. Deixamos cinco sugestões para fazer com os filhos e outras cinco só para os adultos que se deixam levar pela magia da animação.

Por Wilson Ledo

Cinco momentos de animação para pais e filhos

ESCOLA DE COELHOS. Este filme vem da Alemanha e é a nossa proposta para uma longa-metragem em família. A sessão está marcada para o Cinema São Jorge no dia 17 de março, às 11h00. O que fazem os coelhos quando as raposas ameaçam controlar a Páscoa?

 

LOTTE E O SEGREDO DA PEDRA DA LUA. A Estónia é o país em destaque nesta Monstra. E os mais pequenos também vão poder conhecer a animação deste país. A 10 de março, no Cinema São Jorge, às 14h30 ou a 17 de março, às 14h00, no Cinema City Alvalade. Nesta história, há uma pedra amarela mágica com poderes especiais.

 

CURTAS MONSTRINHA. Há duas sessões de curtas para os mais novos. Numa delas, com a duração exata de uma hora, é possível viajar pela animação da Hungria, China, Alemanha, França e Dinamarca. Os Embaixadores do Cosmo, O Vale dos Pássaros Brancos, A Priori, O Horizonte de Beene, Sete Verões de amor de Gelado e Bosques muito sombrios – são estes os títulos que prometem conquistar os mais novos. A 11 de março há sessão dupla: às 11h00, no Cinema São Jorge e às 15h00 no Museu Nacional de Etnologia.

 

BABY MONSTRA. Não é preciso saber falar para apreciar uma boa história. Nesta sessão, os mais pequenos (mesmo, bebés) vão poder começar a cultivar o gosto pelo cinema de animação. São nove curtas onde os animais tendem a ser os protagonistas mais frequentes. Há sessões a 11, 17 e 18 de março, às 10h00, no Cinema São Jorge.

 

Exposição no Museu da Marioneta. É altura de deixar a sala de cinema e levar os miúdos ao museu. Há uma exposição dedicada aos 60 anos do Nukufilm Studio, um estúdio de animação de marionetas da Estónia. Serão mostrados cenários de alguns dos filmes desta casa de animação. Dá para visitar mesmo depois da Monstra acabar, porque a exposição está patente até 8 de abril.

Cinco momentos de animação só para os adultos

HISTÓRICOS DA ESTÓNIA. Em 2018, este país comemora 100 anos de existência. A 14 de março, na Cinemateca, há oportunidade para ver alguns dos filmes de animação que fazem parte deste percurso. Destaque para Pequeno-Almoço na Relva de Priit Pärn entre os oito filmes que constituem esta sessão.

 

A IDADE DA PEDRA. Se falarmos em Nick Park talvez se lembre de A Fuga das Galinhas ou Wallace & Gromit. O britânico vai estar em Lisboa para a antestreia do seu novo filme. A 7 de março, às 19h30, no Cinema São Jorge e o Onde Ir vai lá estar. Precisa de mais um motivo? Parn é também o criador da famosa Ovelha Choné.

 

A GANHA-PÃO. Este filme chegou a estar nomeado aos Óscares e conta a história de Pavana, uma rapariga de 11 anos que vive com a família no Afeganistão, no meio da guerra. Certo dia, o seu pai é preso. Parvana decide cortar o cabelo e disfarçar-se de rapaz para tentar que nada falte à sua família. Para ver no dia 12 de março, às 22h00, no Cinema São Jorge.

 

SUBMARINO AMARELO. Se é fã dos Beatles, este não pode mesmo perder. O filme de George Dunning sobre a banda britânica assinala agora 50 anos. Considerado um dos filmes “históricos” desta Monstra, tem na música, nos efeitos visuais e nos jogos de palavras alguns dos seus ingredientes. Encontro marcado a 17 de março, às 17h00, no Cinema São Jorge.

 

A ORIGEM DO SOM. O novo trabalho do holandês Paul Driessen, em estreia mundial, foi a escolha para fechar esta 18ª edição da Monstra. O filme contará também com uma exposição nas vitrines do Cinema São Jorge, onde será exibido às 21h30 do dia 17 de Março.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *