II Congresso Internacional de Hipoxia decorre a partir de 15 de junho em Manteigas

“Altitude ao serviço do rendimento desportivo” é o tema do II Congresso Internacional de Medicina de Hipoxia, que se realiza entre 15 e 17 de junho, no Auditório Municipal de Manteigas.

Organizado pela Clínica Médica do Exercício do Porto e pela Universidade da Beira Interior, o evento reúne especialistas, professores, investigadores e atletas de alta competição que, durante três dias, se propõem debater os benefícios clínicos da medicina da performance.

O congresso inclui vários painéis de trabalho que vão da fisiologia da hipoxia e de experiências de Centros de Altitude passando pelas doenças de altitude, rendimento e bem-estar. Estão ainda previstas intervenções de atletas de alta competição, entre os quais alpinistas, assim como treinadores de alta altitude que darão o seu testemunho e partilharão com a audiência as mais diversas experiências.

Durante o evento serão ainda apresentados os resultados de uma expedição de 10 dias ao Monte Everest, liderada por Sherpa Namgyal Zangbu – um alpinista com mais de uma década de experiência em expedições -, realizada em maio passado.

A expedição, promovida pelo médico Jaime Milheiro, presidente do comité do Congresso, especialista em medicina desportiva e diretor clínico adjunto do Comité Olímpico de Portugal, teve como objetivo recolher informações e dados clínicos detalhados de experiências em altitude e montanha para compreender o comportamento do corpo humano num ambiente de altitude não simulado.

O evento, presidido por Jaime Milheiro, também diretor da Clínica Médica do Exercício do Porto, arranca no dia 15 com o workshop “Avaliação cardiopulmonar”, onde os participantes terão a oportunidade de ficar a conhecer com mais profundidade os conceitos principais desta avaliação bem como toda a sua pertinência para o atleta.

No último dia do congresso decorrem atividades de montanha, entre as quais um trail de 17km, uma caminhada em pleno Parque Natural da Serra da Estrela, uma escalada no Covão da Ametade e um voo de parapente (bi-lugar) na Azinha. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *