Na teia da celulite

Vulgarmente conhecida por dar à pele um aspeto tipo casca de laranja, a celulite ganha uma especial importância nesta altura do ano, em que devido ao calor os corpos femininos ficam mais expostos aos olhares alheios, principalmente na praia. Estudos recentes revelaram que cerca de 90% das mulheres apresentam algum tipo de celulite em menor ou maior grau.

O consumo de determinados nutrientes, assim como a limitação de ingestão de outros, pode ajudar a estimular a circulação sanguínea e linfática e evitar a retenção de líquidos ou o aparecimento de celulite.

Mas afinal o que é a celulite?

Celulite é de uma forma geral “gordura”. As células gordas chegam a aumentar até 60x de tamanho, rompendo as membranas dos adipócitos (reservatórios de gordura) o que faz com que a pele ganhe um aspeto tipo casca de laranja, ou seja, trata-se de uma inflamação do tecido adiposo, resultante da acumulação de gorduras e toxinas, o que dá à pele das coxas, nádegas e abdómen um aspecto irregular e pouco uniforme.

Nos homens há apenas um aumento do volume da região, mantendo a mesma um aspecto liso (pois os adipócitos aumentam em volume), no sexo feminino para além de aumentarem de volume, multiplicam-se….

O excesso de gordura comprime os vasos sanguíneos dificultando a sua nutrição, oxigenação e a circulação de fluidos naquela região, levando a uma maior acumulação de água e gordura.

Este é o início de um ciclo vicioso onde a acumulação de gordura e água prejudica a circulação sanguínea e linfática, dificultando o metabolismo do organismo, favorecendo assim o aparecimento da celulite e o armazenamento maior de gordura.

Caracterizada por diversos fatores – genéticos (+- em 40%), má circulação, retenção de líquidos e endurecimento das fibras estruturais da pele, sedentarismo, desequilíbrios hormonais, a pílula, estilo de vida – que são simultaneamente causa e efeito uns dos outros, a celulite é muito difícil de eliminar de vez, pois é uma condição permanente, já que os adipócitos armazenam gordura 365 dias por ano sem descanso nem feriados…

Mas a celulite não é um problema exclusivo das mulheres com excesso de peso, porque o que importa não é o peso, mas sim a composição corporal e a distribuição de gordura. Existem mulheres magras com celulite (chamadas de mulheres leves), ou seja, não têm peso a mais, mas têm gordura a mais.

O consumo de determinados nutrientes, assim como a limitação de ingestão de outros, pode ajudar a estimular a circulação sanguínea e linfática e evitar a retenção de líquidos ou o aparecimento de celulite.

Mas é possível melhorar muito a sua aparência. O segredo está em combinar uma alimentação saudável e equilibrada e exercício físico com a aplicação diária de um creme anticelulite (tem de ser um gesto diário e mecânico como lavar os dentes), e complementando com massagens de drenagem linfática; mesoterapia; termosudação e proelixe. E aí sim, funciona. Deve escolher o que melhor se adequa ao seu caso. Porém, os resultados serão limitados se não os acompanhar com uma boa alimentação.

Vejamos então como a alimentação pode ajudar neste combate dia a dia:

INIMIGOS DA CELULITE:

– Açúcar branco e alimentos doces

– Sal e alimentos ricos em sal (aperitivos salgados, batatas fritas, pickles, …) – o maior aliado, pois aumenta a retenção de líquidos!

– Álcool

– Alimentos refinados (pão branco [carcaça], croissants, pão de leite, folhados, bolachas recheadas, biscoitos amanteigados, …)

– Alimentos fritos

– Carne de porco, carnes fumadas

– Charcutaria de porco (enchidos, bacon, salsichas, linguiça,  ….)

– Carnes vermelhas com muita frequência (vaca, vitela, cabrito, borrego, …)

– Lácteos gordos (leite, iogurte, manteiga)

– Queijos muito amarelos

– Chantilly

– Fast food (pizzas, hambúrgueres em pão branco/ adocicado,

– Molhos conservados (maionese, molho cocktail, ketchup, ….)

– Pão com molho

– Alimentos pré-cozinhados e muito condimentados

– Temperar excessivamente o prato

– Refrigerantes com ou sem gás

– Cafeína (em excesso)

– Passar muitas horas sem comer

– Preguiça (é preciso insistir!)

– Roupa apertada (nas pernas, abdómen e braços, pode impedir a circulação de retorno).

– Muitas horas sentada ou em pé

 

ALIADOS NO COMBATE À CELULITE:

– Lácteos magros

– Peixe (especialmente os ricos em ómega 3 – pescada, salmão, atum, sardinha, truta, cavala, espadarte)

– Carne branca (frango/ galinha (sem pele), peru (sem pele), coelho)

– Clara do ovo

– Alimentos integrais

– Rebentos de soja

– Legumes (ao almoço e ao jantar) – alface, acelga, aipo, agrião, alho, alho francês, cebola, courgete, tomate.

– Fruta (excepto coco, abacate, banana, meloa, uva, figo) – groselhas, mirtilos, kiwi, citrinos, cerejas, morangos, ananás natural

– Água – 1,5L a 2L diários, no intervalo das refeições.

Graças à água, o organismo consegue regular a temperatura, eliminar toxinas e resíduos e dissolver os produtos da digestão. É a solução mais adequada e o líquido que melhor responde à sede. Além disso não tem valor calórico (zero). Quanto mais água beber, menos líquido as células retêm.

– Iodo (fornece energia à tiroide e interfere no processo metabólico que queima o alimento para transformá-lo em energia), pois qualquer alimento que não seja “queimado” de forma apropriada pode ser armazenado como gordura indesejável, causando celulite.

Alimentos ricos em iodo – agrião, alface, alho, batata, cebola, cenoura, espargos, espinafre, ervilha, nabo, repolho, tomate; arroz integral; banana, morango, pera, uva; frutos do mar (amêijoa, berbigão, mexilhão, ostra, lapa, ….), gema de ovo.

 

MODALIDADES IDEAIS PARA COMBATER A CELULITE:

Estas atividades físicas estimulam o corpo de uma forma global e a circulação, sanguínea, especialmente a nível dos membros inferiores, para enfatizar o retorno venoso, diminui o stress (que descarrega adrenalina na corrente sanguínea) e ajuda a perder peso.

– Exercícios aeróbios (corrida, caminhada, step, bicicleta, hidroginástica, natação) – de modo a trabalhar as diferentes partes do corpo) – no mínimo 3x na semana, durante 60min.

– Ginástica localizada (body pump, musculação) – eliminar gorduras localizadas e aumenta a massa muscular.

Ao fim de um mês, irá notar os primeiros resultados….

 

DIETA ANTICELULITE

O organismo sente-se mais leve, o que tem consequências sobre o bem estar geral, favorecendo a drenagem orgânica natural.

 

SUGESTÃO DE MENU (1500Kcal)

 

Peq. Almoço – 1 copo de água ou chá verde sem cafeína em jejum

1 copo de leite magro sem lactose ou 1 iogurte magro

1 fatia de pão integral com queijo fresco

 

A meio da manhã – 1 rodela de ananás natura

1 chávena de chá de ginkgo biloba sem açúcar

1 tosta integral ou 1 tortita de arroz

 

Almoço –  Creme de Legumes (sem batata)

Salmão grelhado com batata cozida (uma pequena) e brócolos

 

Lanche –  1 peça de fruta (morangos, kiwi, pêssego)

1 Iogurte magro sem açúcar

Água/ Chá sem açúcar

 

Jantar –  Sopa de abóbora com agrião

Bife de peru grelhado (ou frango/ coelho/ tofu/ seitan) com

arroz de cogumelos e algas e Salada de alface

 

Antes de deitar –  1 chávena de chá de ginkgo biloba sem açúcar

 

FITOTERAPIA:

A Centelha asiática é uma planta medicinal muito recomendada no combate à celulite. As suas propriedades ativam a circulação local, contribuindo para a eliminação de gorduras localizadas. Além disso reorganiza as fibras de colagénio (responsável pela firmeza da pele).

A aplicação de um creme anticelulítico (contendo café verde), ajuda a reduzir o crescimento de células gordas, ajudando a libertar as gorduras e tonificar a pele.

 

OS MELHORES TRATAMENTOS

São métodos que permitem a lipólise (libertação de gordura das células gordas) e atuam contra a retenção de líquidos ou estimulam a absorção de gordura, drenagem e rupturas dos septos fibrosos

– Mesoterapia

– Drenagem linfática manual

– Massagem subdérmica

– Proelixe

 

NOTA

É preciso estar atento aos primeiros sinais do aparecimento de celulite, sendo que o ideal é não estar à espera que apareçam os primeiros sinais, e se já for tarde de demais (celulite declarada) tomar medidas já!! – alimentação adequada, Hipolipídica, realizar bastante exercício físico e incluir alguns tratamentos estéticos na sua agenda.

 

Carla Castrelo

 

Por Carla Castrelo

Nutricionista

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *