Roteiro de terraços para aproveitar o sol (em Lisboa e na Europa)

A primavera já vai longa e o verão espreita. Se precisa de recarregar os “stocks” de vitamina D, nada tema: estes são os melhores “rooftops” de Lisboa para fazê-lo. Em semana de Eurovisão, o Onde Ir preparou um bónus, já a pensar nas escapadinhas pela Europa. 

Por Wilson Ledo

 

 

 

1. Park. O acesso é feito através de um parque de estacionamento. O caminho pode parecer-lhe suspeito, mas o que vai encontrar no último piso é um autêntico oásis. No azul do céu, as torres da igreja de Santa Catarina. Calçada do Combro, 58

 

 

 

 

 

2. Entretanto Rooftop Bar. No sétimo andar do Hotel do Chiado, há vista privilegiada para o Castelo de São Jorge e toda a colina que o acolhe. Os que apreciam o Tejo também têm aqui oportunidade para apreciá-lo do alto. Rua Nova do Almada, 114

 

 

 

 

3. Memmo Príncipe Real. Não vai precisar subir até ao último piso do hotel para ver melhor. O espaço aproveita a vista natural e desafogada do bairro do Príncipe Real sobre Lisboa e compõe o quadro com música. Rua D. Pedro V, 56J

 

 

Créditos: The Independent Collective

 

 

 

4. The Insólito.O elevador para lá chegar faz valer o nome. Lá em cima, o espaço é pequeno mas prima pela diferença na decoração. O que se vê? Imagine o miradouro de São Pedro de Alcântara e sonhe mais alto. Rua de São Pedro de Alcântara, 83

 

 

 

DR

 

 

 

5. Limão Chill-Out Terrace. Subir ao topo do hotel H10 Duque de Loulé significa um verdadeiro mergulho no azul: da decoração, do céu, do Tejo. O espaço, junto ao Marquês de Pombal, foi ampliado recentemente. Avenida Duque de Loulé 83

 

 

 

 

6. Sky Bar.O final do dia não tem de ser aborrecido. Subir ao nono piso do Tivoli Avenida da Liberdade é um passo nesse sentido. A vista e os “cocktails” convidam a ficar até ser noite. As refeições ligeiras tiram as dúvidas. Avenida da Liberdade 185

 

DR

 

 

 

 

 

7. Topo.O Centro Comercial Martim Moniz pode até nem ser o mais “trendy” mas o espaço que guarda no seu último piso é bem conhecido. O Castelo de São Jorge e a Mouraria servem-se ao olhar, com petiscos e copo na mão. Praça do Martim Moniz

 

DR

 

 

8. Rooftop Bar Hotel Mundial. É a sugestão clássica e, como tal, calha sempre bem. Se for dos que dá muito valor à paisagem, a garantia é de que aqui será a 360 graus. No Verão, este espaço tem também festas ao pôr-do-sol.Praça do Martim Moniz

 

 

DR

9. Floating Garden – Eka (Palace). Se após um dia de trabalho se quiser envolver de espírito zen, seja bem-vindo a este terraço com pufes. Ao sossego pode juntar a programação deste centro cultural em Xabregas. Calçada Dom Gastão 12

 

 

DR

 

 

 

10. Rio Maravilha. Para os apreciam o estilo ‘vintage’ e estão cheios de vontade de renovar o Instagram. À vista da Ponte 25 de Abril junta-se a escultura colorida de uma mulher de braços abertos, bem em frente ao Cristo Rei. Rua Rodrigues de Faria 103

 

E NA EUROPA, ONDE IR?

DR

 

1. Madrid. Tartan Roof: Talvez seja o espaço mais conhecido para apreciar as vistas de Madrid. No topo do Círculo de Belas Artes, é possível tomar um copo e aproveitar o melhor da gastronomia espanhola. É preciso pagar para lá chegar, mas dias não são dias. Calle del Marqués de Casa Riera, 2

 

 

2. Paris. Hotel Raphael: Sabe aquelas vistas de Paris que se acostumou a ver nos filmes? Se estiver disposto a investir, seja muito bem-vindo a uma delas. O requinte vem do branco das cadeiras a misturar-se com o verde da vegetação. Ao longe, a Torre Eiffel ou o Arco do Triunfo. Basta escolher. Avenue Kléber, 17

 

Créditos: The Culpeper

 

 

3. Londres. Culpeper: Este é um verdadeiro jardim perto do céu. Neste terraço cultivam-se alguns dos produtos (sobretudo pepinos) que vão ser utilizados nos “cocktails” ou nas refeições confecionadas pelo Chef português, António Mota. Com uma instalação do Studio Stilton e vista privilegiada para o Gherkin, um dos edifícios mais emblemáticos de Londres, o Culpeper acaba de ganhar o 1.º lugar de Best Rooftop in London. Commercial Street, 40

 

DR

 

 

 

 

 

4. Roma. Terrazza Borromini: Ver a Cidade Eterna de cima, com as cúpulas das suas catedrais e igrejas, é sempre uma boa ideia. Como Itália não seria a mesma sem a sua gastronomia, esta vista de um quarto andar perto da Piazza Navona conta com um restaurante inspirado na tradição romana. Via di Santa Maria dell’Anima, 30ª

 

DR

 

 

5. Berlim. Klunkerkranich: Não é uma sugestão bem no centro da cidade mas permite ver (e viver) Berlim de outra forma. No topo de um centro comercial e repleto de madeira, o ambiente descontraído convida a um pôr-do-sol com uma cerveja na mão. A música completa a experiência alternativa a que a capital alemã já habitou. Karl-Marx-Strasse 66 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *