Selina abre primeiro hotel em Portugal

A cadeia internacional Selina acaba de anunciar a abertura do seu primeiro hotel em Portugal, no terceiro trimestre deste ano. O destino escolhido é o Porto, mas o objetivo do grupo é abrir em mais seis localizações até 2020. Lisboa, Albufeira, Cascais, Comporta, Ericeira, Lagos e Peniche são as regiões que se seguem.

Para já, a Selina terá a sua primeira unidade na rua das Oliveiras, nº 61-65, com 260 camas, combinando alojamento “boutique” com amplo espaço de coworking, food&beverage, wellness e ofertas recreativas.

Localizada num bairro muito ativo, com uma mistura de turistas e locais, a Selina pretende trazer a sua estética única para a unidade do Porto e criar um local dinâmico através de parcerias com artistas e designers locais. Com um grande jardim interior, Selina tem planos para ativar o espaço para eventos, reunindo convidados e moradores locais.

Com 24 propriedades à volta do mundo cada espaço Selina é modelado em torno de três pilares principais: Nomad, que inclui acomodações exclusivas, coworking e espaços comuns, como centros de bem-estar, cinemas, biblioteca e cozinha; Explore, um concierge e operador turístico que coloca os hóspedes em contacto com as melhores experiências em cada localidade e Playground espaço comuns com uma programação local exclusiva, desde diferentes experiências food&beverge, até concertos, exposições de arte, workshops e ioga.

Com este conjunto de serviços e soluções os espaços Selina são ideais para diversos tipos de hóspedes desde os Nómadas Digitais que viajam e trabalham remotamente até viajantes de longa duração ou para quem pretende ficar apenas alguns dias para conhecer a cidade.

Até 2020 a Selina terá em Portugal cerca de 1400 camas e encontra-se atualmente em fase de prospeção de mercado para encontrar espaços em Lisboa, Albufeira, Cascais, Comporta, Ericeira, Lagos e Peniche.

Fundada em 2015 a Selina atua atualmente em 24 destinos em oito países da América Central e do Sul (Panamá, Costa Rica, México, Colômbia, Equador, Guatemala, Nicarágua e Peru), com planos de expansão nos Estados Unidos e na Europa. Selina estará presente em 15 países até ao final de 2018 e espera ter 54.000 camas em todo o mundo até 2020. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *