Squisito: Quando a Itália chega a Viseu

Abriu na passada quarta-feira, 6 de junho, e o Onde Ir não resistiu e já lá esteve a experimentar. Falamos do novíssimo restaurante Squisito, da Visabeira Turismo, que no terceiro piso do Palácio do Gelo, em Viseu, faz as delícias dos amantes da cozinha italiana.

Por Sandra Martins Pereira

Antipasti, massas, pizzas, risotos, pratos de peixe e carne e as deliciosas sobremesas podem ser degustados neste espaço com capacidade para 237 pessoas, projetado pelos arquitetos Paula Nunes e Tiago Araújo, os mesmos responsáveis pelo Montebelo Vista Alegre Ílhavo Hotel. Num ambiente tipicamente italiano, desenhado de acordo com alguns dos princípios da arquitetura italiana, as abóbadas, que ajudam a definir os diferentes espaços do restaurante, a utilização de acabamentos de pintura tradicionais focada em tons de verde e o recurso a madeiras, azulejos biselados e pedras mármores brancas, são alguns dos apontamentos que conferem um toque especial na decoração deste espaço.

Com a assinatura do chef Franco Soave, que conta no seu portefólio com vários restaurantes internacionais de topo, de Nova Iorque a Hong Kong, incluindo, claro, Itália e muitos outros países, o Squisito, que em italiano significa “delicioso, requintado, perfeito”, integra ainda o chef Emanuele Ciabarri, cujo vasto currículo profissional inclui os restaurante “Da Mario”, Londres, restaurante Vetta Monte Brè, Lugano, Suíça, restaurante Portofino, Kaliningrado, Rússia e em Itália o Hotel Metropole di Bellagio e os restaurantes Kuerc, Bormio e restorante Ubiali Chialenna. A equipa completa-se com o pizzaiolo Batovac Damljan, intérprete da melhor tradição na preparação e confeção de pizzas.

E então o que traz de novo este restaurante italiano? Pois bem, a origem dos produtos. A utilização de ingredientes sempre genuínos, bem como a produção e execução artesanal das massas frescas utilizadas nas pizzas e pastas são por si só motivo mais do que válido para uma visita.

Para além do restaurante, que conta com um espaço dedicado aos mais pequenos, existe ainda uma loja onde é possível comprar alguns dos produtos utilizados na confeção dos pratos. A ideia é poder brevemente vender massas frescas e gelados confecionados no local.

A NOSSA EXPERIÊNCIA

Quando entramos no restaurante é impossível abstrairmo-nos do “gigante” forno a lenha que ocupa uma parte da sala principal. No seu interior giram as pizzas que mais tarde chegarão aos pratos dos clientes ou como aquela que comemos, a Crudaiola com molho de tomate, mozzarella e presunto crudo. O movimento circular no interior permite uma cozedura uniforme. Com movimentos rápidos, o pizzaiolo Batovac Damljan estende a massa, para depois a rechear dos mais variados paladares.

Bresaola (com molho de tomate, mozzarella, Bresaola, queijo Parmesão, cogumelos porcini), Boscaiola (molho de tomate, mozzarella, cogumelos porcini, salsicha fresca), Bufala (molho de tomate, mozzarella de búfala), são apenas algumas das pizzas disponíveis, mas há muito mais.

Polvo com puré de limão, tomates cereja e azeitonas taggiasche

À mesa foram chegando as Antipasti, como o Polipo con purea al limone pomodorini e olive taggiasche (um polvo com puré de limão, tomates cereja e azeitonas taggiasche), que estava muito tenro e as cores apelativas não nos deixaram indiferentes. Seguiu-se um Culatello di Zibello (um enchido de denominação protegida, preparado com a carne mais tenra dos porcos criados para o presunto de Parma).

Confessamos que as entradas e a pizza já nos deixariam mais do que satisfeitos, mas a nossa refeição não se ficaria por ali. Regada com um Lambrusco Bianco Amabile Diamante demos continuidade ao prato de peixe. Spigola in crosta di patate con le sue verdurine ou por outras palavras, um Robalo em crosta de batata acompanhado com legumes. Simplesmente delicioso, nada a acrescentar.

Robalo em crosta de batata acompanhado com legumes

Code di gamberi bardati com lardo su passata di ceci (Caudas de camarão com puré de grão-de-bico e tomilho) e Filetto di manzo al pesto della val d’erice (Filete de vitelo com pesto de Vale D’Erice) foram os pratos que se juntaram à mesa. Mais uma vez, sem mácula.

Diz-se que uma refeição só fica completa e lembrada quando se termina em grande com uma sobremesa e mais uma vez o Squisito não deixou isso por mãos alheias. Quisemos pôr o Chef à prova e escolhemos uma Panna cotta com frutos do bosque. Poucos são os chefs que acertam na consistência desta saborosa sobremesa e esta estava ao nível das que comemos em Roma. Leve, derretia-se facilmente na boca e a apresentação “alimentava” os olhos.

Não, não ficámos por aqui, ainda fomos gulosos o suficiente para nos aventurarmos com o Coração de chocolate, com gelado de menta. Um gelado cremoso e fresco, a contrastar com o chocolate.

Entre as sobremesas pode ainda encontrar Tiramisu da casa, Semifrio de licor de amaretto, com molho de baunilha, Strudel de maçã ou Sorvete de limão com licor limoncello.

Quanto aos preços, não encontrámos nenhum prato acima dos 17,50€. Para nós a relação qualidade/preço é excelente.

O restaurante funciona todos os dias entre as 12h e as 23 horas.

JÁ QUE ALI ESTÁVAMOS…

Já que ali estávamos aproveitámos ainda para ficar a conhecer o Bar do Gelo, o único que existe em Portugal. Fica no piso -1, do Palácio do Gelo, em Viseu e se acham que tem estado frio, preparem-se porque com 10 graus negativos, a perspetiva é completamente diferente.

Antes de entrarmos somos convidados a vestir uma parka bem quentinha, colocar umas botas e umas luvas. Não, não é exagerado. Depois passamos para uma antecâmera que nos prepara para o frio que lá vem. Lá dentro tudo é feito em gelo, desde o balcão, aos bancos para nos sentarmos. Já para não falar de algumas esculturas aqui e ali que servem para decorar o espaço. Os cocktails, com álcool ou sem, são servidos em copos de gelos. Não tente levar para casa, pois derretem-se pelo caminho [riso].

Esta pode ser uma boa sugestão para antes ou depois de passar pelo Squisito.

Mais informações em http://bardegeloviseu.com/ 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *