Tapada do Chaves volta a brilhar

Há um Alentejo que não parece Alentejo. Não se encontram nele as tradicionais caraterísticas das planícies a perder de vista ou das estradas a rasgar direito os montados. Neste Alentejo, neste Norte Alentejo, o verde é mais verde. E mais fresco. É um Alentejo altaneiro com uma fusão geológica cativante, com o Ribatejo mesmo ali ao lado e que, ao mesmo tempo, aperta Portugal contra Espanha, do lado de lá. Trata-se de uma região de fusão, de transição, na qual existem a altitude e a amplitude térmica que criam, juntamente com uma composição de solos única, um dos terroirs mais exóticos do país para a maturação de vinhedos de primeira linha.

Na encosta da Serra de São Mamede, sobre um maciço de granito ergue-se um monte, rústico, e espraia-se uma vinha antiga, com mais de 100 anos. Localizada em Frangoneiro, nos arredores de Portalegre, em terras do Alto Alentejo, localiza-se a Tapado do Chaves, uma propriedade que dá origem a vinhos de qualidade reconhecida há quase 100 anos. Com 60 hectares de terra e 32 de património vitícola, 23 dos quais de castas de uva tinta e nove hectares de castas de uva branca, a Tapada do Chaves foi recentemente adquirida pela Fundação Eugénio de Almeida e o seu enólogo, Pedro Baptista tem como fito fazer voltar o projeto brilhar. Para isso está alavancado no imenso valor da vinha velha e nas castas historicamente melhores daquele terroir de base granítica. Pedro Baptista e a sua brilhante equipa produziram já três vinhos novo, que se distinguem também, para além do caráter excecional, por uma nova imagem. Com elevado potencial de guarda, elegantes e com estrutura, os vinhos Tapada do Chaves são indicados para uma elite de apreciadores de néctares raros e verdadeiramente extraordinários. Os vinhos da Tapada do Chaves são hoje a expressão dos vinhos clássicos do Alentejo ao mais alto nível.

 

Tapada do Chaves Branco 2014

Antão Vaz, Arinto, Tamarez, Roupeiro, entre outras.

Nota de Prova: Um branco cheio, mineral, rico, guloso, contido na fruta, mas a revelar muita personalidade. Para beber já, mas ainda com muita capacidade de guarda.

Preço: 26,95 €

Tapada do Chaves Tinto Reserva 2013

Várias parcelas a distintas altitudes dentro da quinta. No blend destaca-se a Trincadeira, o Aragonez e o Alicante Bouschet.

Nota de Prova: Frescura e equilíbrio em todas as fases da prova. Mineralidade forte, juntamente com aromas de fruta cozida e notas balsâmicas acentuadas. Com grande harmonia é um tinto polido e muito gastronómico.

Preço: 33,95 €

Tapada do Chaves Tinto Vinhas Velhas 2010

Castas variadas de um vinha com 117 anos.

Nota de Prova: Um vinho com produção muito baixa e apenas lançado em anos excecionais. Um caso muito sério, é um vinho pelo qual o tempo não parece ter passado. O prognóstico é de uma grande longevidade, o prazer a beber é muito grande, irresistível. Taninos muito finos, estrutura muito bem urdida e uma acidez notável. Um tinto misterioso e cheio de carácter.

Preço: 99 €

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *