Zen Flow: Entre os “Ses” e os “Quandos” esvai-se a Vida

Muitos vivem entre os “Ses” e os “Quandos”. Entre o quando e o se, entre o se e o quando, vai-se esvaindo a Vida quando não há coragem de tentar transformar os sonhos em realidade.

Transformar sonhos em realidade pode ser difícil, mas é o mais bonito e sedutor dos desafios da Vida. Os “Ses” são um obstáculo, e uma das grandes dificuldades é perceber que estes são meros reflexos de obstáculos imaginados.

As nossas crenças limitadoras são invisíveis apenas quando vivemos dentro dos nossos limites ou quando persistimos em fazer aquilo que sempre fazemos. Quando fazemos um esforço e fazemos uma coisa que normalmente não faríamos libertamos uma espécie de “seres” bastante chatos de dentro de nós, pintados de amarelo fluorescente que nos bombardeiam com os “Ses”, sempre carregados de lógica, que nos imploram para regressar à zona de conforto com uma voz inocente e adocicada. Não se percam entre os “Ses” e os “Quandos”.

 

 

 

 

 

 

 

Por Luís Pedro Proença, autor dos livros “Alma Zen” e “Vida Serena” 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *