12 livros para ler até ao final do ano

Os dias frios e chuvosos são o pretexto perfeito para investir nas leituras, já para não falar na época festiva que está mesmo aí à porta e que move multidões em busca do presente perfeito. Como tal, o Onde Ir sugere-lhe 12 livros que abordam desde as inquietantes ficções, às crónicas, passando por temas como a história, a religião e ainda a gastronomia.

O Forjador de Almas

O comandante Gray Pierce chega a casa na véspera de Natal e descobre que esta foi assaltada. A sua namorada grávida desapareceu e Kat, a mulher do seu melhor amigo, está inconsciente no chão da cozinha. Sem pistas, a sua esperança de encontrar a mulher que ama e o filho por nascer reside em Kat, a única testemunha do que aconteceu. Mas a mulher ferida está à beira do coma e não consegue falar – até que um neurologista brilhante propõe uma abordagem radical para desbloquear a mente dela durante tempo suficiente para fazer algumas perguntas. 

James Rollins, já conhecido pelos seus livro em torno de segredos históricos e descobertas cientificas, regressa com mais um thriller intenso e cheio de ação que vive em torno dos mistérios da Inquisição Espanhola.

Nº de páginas: 512 | PVP: €18,80

A Gravidez do Meu Vazio

Caía para morte certa, com direito a parco sofrimento naquele fim de biografia, talvez porque a vida, enquanto haviam durado os seus sessenta anos, já lhe tivesse concedido o pesar e a dor na justa medida do eu que lhe assistia. Um fim sem demoras nem lugar para receios, dúvidas ou aflições de cepticismo. Nada de especial a lamentar, para quem receava menos a morte do que o não saber morrer. Não é coisa pouca esse último acto para o qual não há ensaio possível, para o qual cada um se prepara com as armas que conhece, sabendo que irá enfrentar o desconhecido. Medos para quê? O dia do sonho parecia ter sido retirado da mesma paleta daquela realidade que a janela aberta lhe comunicava.

O livro de Elisabete Lucas, reúne 25 contos sobre a vida, a morte, as reviravoltas e as vivências não lineares que todos têm. O lançamento acontece esta terça-feira, dia 12 de novembro, pelas 18h30 no antigo Cinema Europa, em Campo de Ourique, Lisboa.

Nº de páginas: 204 | PVP: €12

A Ilha da Formiga

A Ilha da Formiga, um nome extraído do café das oito da matina, enquanto comia pão de alfarroba com azeite, que mais sabia a chocolate. Noutros cafés, outras coisas. Aconteceu-me a Helena, com a música espanta-merdas perfeita a provocar-me o ouvido. Invadiram-me Bestas, Dias de Glória e de Desapego. E dias em que o amor foi Amoras. O narrador nem sempre foi preciso. Aconteceu com o tempo. O tempo tolda-nos os pensamentos ao mesmo tempo que nos põe nus. Naquela manhã, o nome Ilha da Formiga vestiu-me. Pôs-me pronta. Talvez dê nome a isto, pensei. Este estado de isolamento com mil pensamentos trabalhadores cheios de fome de voz. Alguns a fazerem-me cócegas, outros a foderem-me o juízo. É que isto de viver vai-nos às emoções.

Gabriela Relvas transformou durante anos pensamentos, sentimentos e devaneios que formigavam na sua mente em crónicas autobiográficas. De todas elas surge agora o seu livro de estreia Ilha da Formiga, que será apresentado ao público no próximo dia 15 de novembro, pelas 22 horas, na Cafetaria do Parque Ambiental do Buçaquinho, em Cortegaça, Ovar. 

Nº de páginas: 224 | PVP: €15,50

Pessoas, Poder e Lucro

O Prémio Nobel da Economia, Joseph E. Stiglitz, questiona neste livro, Pessoas, Poder e Lucro, que chega às livrarias a 15 de novembro, o caminho percorrido na dicotomia Estado-economia durante o século XX e o início do século XXI. A obra traça o retrato de uma América e de um Mundo em crise e aponta o caminho para um futuro de prosperidade partilhada, com o autor a expor os fracassos do capitalismo e a necessidade de uma reforma política.

Nº de páginas: 416 | PVP: €20,90

Uma História da Bíblia

Este livro conta a história da Bíblia, explicando como foi construída e como tem sido entendida, desde os seus primórdios remotos até ao presente. John Barton descreve como e quando foram escritas as narrativas, leis, provérbios, profecias, poemas e cartas que compõem a Bíblia, o que sabemos – e o que não sabemos – sobre os seus autores e respetivas intenções, bem como que tipo de relação estes escritos díspares mantêm entre si.

O mais recente livro de John Barton, baseia-se na Bíblia e reflete também sobre as suas passagens mais conhecidas, revelando fontes e tradições subjacentes e explorando o espaço que existe entre a religião e a Sagrada Escritura, mostrando que a correspondência entre as duas não é exata e que todos os pensadores religiosos abordaram essa questão.

Nº de páginas: 616 | PVP: €24,40

Eu, Elton John

Elton John é o cantor-compositor de sucesso com a carreira mais longa de todos os tempos. São sete décadas – até agora – de uma vida extraordinária pautada por constantes altos e baixos. Agora, na primeira pessoa e com a habitual frontalidade e bom humor, Elton John partilha a sua história – todos os momentos, dos mais hilariantes aos mais comoventes. 

Para todos os fans de boa música, o livro Eu, Elton John é uma biografia de Reginald Dwight, que mais tarde se transformou no icónico Elton John, um dos maiores nomes da música pop e do rock n’ roll. No ativo há quase 50 anos, é um dos artistas com maior número de álbuns vendidos e prémios ganhos. Toda a história desta lenda da música é contada neste livro, que chega às livrarias a 14 de novembro.

Nº de páginas: 360 | PVP: €22

Histórias do Meu Tempo

Nesta antologia recuperei de uma dispersão por jornais e livros alguns dos textos de ficção de Camilo Castelo Branco que se me afiguraram mais representativos entre os que ele escreveu e publicou desde o início dos anos 50 a finais dos anos 80 do século XIX. Daí me tenha servido para título de uma obra pensada pelo autor, mas nunca escrita. Histórias do Meu Tempo é título encontrado numa carta de Camilo ao seu amigo Vieira de Castro, chegando mesmo a dizer-lhe que figurava entre os seus últimos trabalhos que estavam “a gemer na estampa”, destinados a um editor lisboeta.

O livro Histórias do Meu Tempo é uma antologia de Camilo Castelo Branco, prefaciada e organizada por José Viale Moutinho e é constituída por textos ficcionais recolhidos de jornais e livros, publicados desde o início dos anos 50 aos finais dos anos 80 do século XIX. Esta obra inclui textos como “A Mulher da Azinhaga “, “O Cofre do Capitão-Mor “, entre muitos outros.

Nº de páginas: 624 | PVP: €24,40

 Corpo – Um guia para ocupantes

Sabia que o cromossoma Y, o que dá origem aos seres humanos de sexo masculino, está em vias de extinção? Tem apenas 70 genes; outros cromossomas chegam a ter 2000. E tem vindo a encolher desde há 160 milhões de anos. Ao ritmo atual de deterioração, estima-se que pode desaparecer por completo daqui a 4,6 milhões de anos. Sim, os homens podem desaparecer, restando apenas as mulheres. Mais, sabia que o corpo das mulheres ainda é um mistério? O ponto G, por exemplo, só foi identificado em 1944, pelo ginecologista alemão Ernst Gräfenberg. Porém, continua ainda hoje a haver um debate, por vezes acalorado, sobre a sua existência.

Estas são algumas das questões a que Bill Bryson, autor do bestseller Breve História de Quase Tudo, responde na sua nova obra Corpo – Um guia para ocupantes, que regressa às livrarias a 15 de novembro. Traduzido para português por Elsa T. S. Vieira este novo livro faz as delícias de todos os curiosos que querem perceber como funciona o corpo humano.

Nº de páginas: 536 | PVP: €22,20

Caldos, Preparados e Canjas

O valor nutricional e regenerador dos caldos – sejam de carne ou de legumes – tem sido amplamente reabilitado nos últimos tempos. Há muito que é sabido que os caldos, preparados, canjas e elixires concentrados, sejam de origem animal ou vegetal, são muito ricos em propriedades curativas: ajudam a purificar o organismo, são agentes de detox intestinal, aumentam os níveis de energia e ajudam a curar problemas de sono e digestão. Este livro é uma verdadeira aventura culinária que ensina a tirar partido deste superalimento tradicional, recuperado para o séc. XXI. 

A pensar na saúde e na longevidade, o novo livro de Louise L. Hay e Heather Dane recupera o tradicional caldo, adaptando-o às necessidades do século XXI. Neste livro, que funciona como um guia, ficará a saber tudo sobre a informação nutricional dos caldos e os benefícios que trazem à saúde e ainda diversas dicas e receitas que o ajudam a preparar maravilhosas iguarias.

Nº de páginas: 280 | PVP: €17,70

As Primeiras

As biografias de mulheres pioneiras portuguesas: a primeira advogada, médica, mulher-polícia, faroleira, camionista, aviadora, paraquedista, guarda-freio, reitora, maestrina, realizadora de cinema, maquinista da CP, forcada, juíza no Supremo Tribunal de Justiça, reitora, antropóloga, entre tantas outras. Mulheres que conseguiram entrar num mundo que lhes estava até ali vedado, e que tiveram a coragem de se emancipar tornando-se inspiradoras da mudança na senda da igualdade de oportunidades.

Bárbara Virgínia tornou-se a primeira realizadora portuguesa em 1946, Maria José Estanco foi a primeira mulher a exercer a profissão de advogada e Noémie Freire tornou-se em 2018, a primeira submarinista. Estas são apenas algumas das mulheres portuguesas, que vai encontrar retratadas na mais recente obra de Luísa V. de Paiva Boléo e M. Margarida Pereira-Müller.

Nº de páginas: 192 | PVP: €14,80

O Atlas Dourado

Séculos antes de Cristóvão Colombo, os Víquingues foram os primeiros a chegar à América. A história esquecida das mulheres exploradoras inclui uma circum-navegação no século XVIII. E o Titanic não fazia sombra à frota de navios chineses medievais que transportavam verdadeiros tesouros. Com histórias cativantes e iluminuras espantosas, este extraordinário atlas colige mapas de rara beleza, desvendando os segredos que eles encerram, e traça a história notável de como explorámos e viemos a conhecer o Mundo. 

Para os apaixonados por história, o novo livro de Edward Brooke-Hitching recria as façanhas dos maiores historiadores do mundo enriquecendo-as com fotografias, pinturas e alguns mapas inéditos retirados de coleções privadas e arquivos internacionais, que resultam numa obra recheada de curiosidades.

Nº de páginas: 256 | PVP: €24,40

À Mesa com os Filósofos

Alimentar-se é uma necessidade que transformámos num prazer, em torno da qual elaborámos rituais e que nos convida a todos a interrogarmo-nos e a tornarmo-nos um pouco filósofos. Este livro é dedicado às inúmeras ligações entre a comida e a filosofia. Bastante mais frequentado do que se possa pensar, este é um domínio de estudo dos mais apetecíveis. Na realidade, para pensar a alimentação, mobilizamos um grande número de disciplinas filosóficas, nomeadamente a ética (devemos comer carne de animais ou abster-nos de o fazer?), a estética (a culinária é uma arte ao mesmo nível que a pintura ou a música?), a epistemologia (os juízos de gosto são puramente subjetivos ou educáveis?) ou a política (devemos deixar impor-se o comércio alimentar mundial ou preferir, em seu lugar, o locavorismo?)

Com o livro À mesa com os filósofos, do filósofo canadiano Normand Baillargeon, é possível meditar sobre estas e outras questões intrinsecamente ligadas à comida. Esta obra é um verdadeiro convite a todos os amantes da boa mesa, que através dele podem descobrir o que motiva o verdadeiro prazer de comer.

Nº de páginas: 280 | PVP: €18,80

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.