7 restaurantes vegetarianos que tem mesmo de conhecer

A comida vegan e vegetariana está cada vez mais na moda e atrai não só os fieis seguidores destas alimentações como também quem procura de vez em quando uma comida mais saudável, mais verde e com menos produtos de origem animal. Para que possa desfrutar de tudo isto o Onde Ir sugere-lhe sete restaurantes vegetarianos de todo o país que vão conquistar até os que juram não sobreviver sem um bom bife.

Por Patrícia Caneira

Fava Tonka

Orgânico, sazonal e vegetariano, este é o lema do Fava Tonka, que ocupa o número 86 da rua de Santa Catarina, em Leça da Palmeira. O espaço é um paraíso de verde e frescura que combina na perfeição com os pratos saborosos que chegam à mesa elaborados pelo chef Nuno Castro. A refeição começa com o couvert (€2,5) que traz pão artesanal, azeite biológico e húmus de feijão que aconchega enquanto se espera pelo resto. Aqui é altura de deixar brilhar os pratos mais frescos, como é o caso do funcho com caril e granizado de arroz jasmim (€10) que resulta numa combinação intensa mas ideal para os dias de verão. Para terminar o difícil é escolher, já que todas as sobremesas são divinamente bem executadas como é o caso do doce brulee de mel, pólen e alfazema (€6,5) ou da frescura dos morangos com vinagre da aldeia e merengue (€6). 

Rua de Santa Catarina, 100, Leça da Palmeira

915 343 494

12h30-15h e 19h30-23h (4ª a 2ª), encerra à terça-feira

GreenSide 

Localizado em Celas, em Coimbra, o GreenSide é um restaurante vegetariano com um sistema ligeiramente diferente: aqui existem vários pratos que mudam todos os dias, tal como os sumos naturais e as sobremesas. O menu de almoço tem um custo de €8 que inclui sopa, sumo natural ou água, pão, prato e salada mista, para assim poder desfrutar de uma refeição rápida, económica e saborosa. Se quiser conhecer o espaço durante os próximos tempos o ideal é almoçar na esplanada e aproveitar a frescura do espaço.

Rua das Parreiras, 31, Celas, Coimbra

966 179 439

9h-16h (2ª a 6ª), encerra ao sábado e ao domingo 

Veganapati

Refeições saudáveis, conscientes e 100% vegan é o que se pode esperar do Vaganapati plantado na rua da Prata, bem no coração de Lisboa. Quando se entra a sensação é a de estarmos num jardim interior, o verde une-se à decoração despretensiosa que convida a sentar. As ementas são feitas de madeira, os guardanapos recicláveis e as palhinhas de papel o que confirma a preocupação pela sustentabilidade. Da cozinha chega a Masala Dosa (€11,50), um crepe enorme, ideal para partilhar, que acompanha com sambhar de lentilhas, chutney de côco, menta e tomate e implora que se coma à mão, sem vergonhas. Nos pratos principais escolha o Frankie (€11,50), um wrap recheado com esmagado de batata, garam masala, pimento verde, couve e cebola roxa que acompanha com batata doce e ketchup caseiro de beterraba. Outra da opções a não perder é o risotto de couve flor, feijão mungo, iogurte e caju (€12,50) e para terminar (se ainda tiver espaço) arrisque na pannacotta de limão e cardamomo (€4).

Rua da Prata, 242, Lisboa

218 862 346

Todos os dias das 8h-23h 

Salsa Verde

Em Évora, o restaurante Salsa Verde tem como lema a alimentação saudável que aqui chega à mesa sob o conceito do vegetarianismo. O truque é confecionar-se os tradicionais sabores alentejanos sem qualquer produto de origem animal. Aqui não existem menus fixos e a preocupação com a saúde é uma constante: utilizam-se gorduras, hidrato e fibras saudáveis, alimentos não processados e muitos legumes e frutas. O resultado vê-se na felicidade de quem por aqui passa, come e sorri.

Rua do Raimundo, 93A, Évora

266 743 210

12h-15h e 19h-21h30 (2ª a 6ª), 12h-15h (sáb), encerra domingo

Balance Cafe

Se está a pensar rumar até ao Algarve para umas férias, saiba que em Portimão está escondido um oásis de comida vegetariana e vegan. O Balance Cafe é um espaço acolhedor e relaxante que tem menus diários compostos por saladas, sumos naturais e pratos principais com o foco concentrado na qualidade dos produtos. O resultado são refeições saborosas, saudáveis e extremamente coloridas, ideais para um almoço a meio do dia de praia. Se não quiser ir embora sem provar uma sobremesa sinta-se à vontade pois são feitas sem açúcar o que faz diminuir a culpa. 

Rua Dona Maria de Aragão e Castela, 73D, Portimão

939 107 250

939 107 25010h-17h (2ª a 6ª), encerra ao sábado e domingo 

Ervilha Doce

Localizado no coração da ilha da Madeira, o restaurante Ervilha Doce serve pequenos-almoços, almoços e lanches vegetarianos e tem ainda serviço de take away até às 18h30. Os menus diferem de dia para dia, consoante os alimentos disponíveis: sopas, saladas frias, hambúrgueres de cogumelos, chillis, gelados e brigadeiros de chorar por mais são algumas das sugestões que pode pedir se passar por este cantinho no Funchal. 

Rua Padre Gonçalves da Câmara, 8/10, Funchal, Madeira

291 223 665

9h-18h30 (2ª a 6ª), encerra ao sábado e ao domingo

Rotas da Ilha Verde

Um espaço pequeno, intimista e acolhedor é assim que se define o restaurante Rotas da Ilha Verde, na ilha de São Miguel nos Açores. As paredes decoradas com peças únicas de loiça destapam o pano da originalidade que se produz na cozinha. A chef Cristiana Martins junta à cozinha vegetariana inspirações açorianas e brasileiras resultando em pratos inovadores e deliciosos. Nas entradas a bruschetta (€4,50) traz alheira vegetariana, ovo, shiitake bacon e molho de mel e mostarda que promete fazer toda a gente esquecer que não há no prato qualquer produto de origem animal. Ideal para quem procura a verdadeira comida de conforto é o gnocchi de couve flor com molho de tomate e queijo mozzarella gratinado (€12). A pavlova (€3,50) de frutos do bosque ou maracujá torna o final de tudo isto perfeito.

Rua Pedro Homem, 49,Ponta Delgada

296 628 560

12h-15h e 19h-23h (2ª a 6ª), 19h-23h (sáb.), encerra ao domingo 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.