A comida de casa que se serve no Quintal

Na rua Bernardim Ribeiro na Amadora, Margarida Breia plantou O Quintal em Dezembro de 2016. Hoje, as portas estão abertas com uma nova carta pelas mãos do chef David Coelho que cozinha tradicionais petiscos portugueses em pratos que incentivam a partilha.  

Por Patrícia Caneira

Créditos: Paulo Barata

Para entrar no Quintal o segredo é bater à porta, que se abre por Margarida, farmacêutica e natural da Amadora que tinha o sonho de ter um negócio próprio.

“Aqui vai nascer um sonho”, afixou na varanda do bairro da Venteira e assim nasceu O Quintal, nome do espaço que ali existia desde a década de 60 e que Margarida quis manter.


Créditos: Paulo Barata

Em Janeiro de 2019, David Coelho tomou as rédeas da cozinha. Nascido em França e depois de vários anos a trabalhar em cozinhas de autor como no La Maison Fournaise e no Quarantae4 arriscou e tornou-se chef do Quintal, que tem uma nova carta, ainda mais portuguesa.

Para começar, o queijo de vaca curado que faz par com o doce caseiro abre o apetite de forma harmoniosa. O Tataki da vazia com saladinha de coentros e cebola roxa (€7,90) estende-se numa tábua preta que deixa os ingredientes brilharem. Para os que preferem petiscos mais frescos, o mexilhão em molho de escabeche (€5,90) vem diretamente do mar.

Em dose generosa chegam à mesa os ovos rotos (€4,90) que consolam juntamente com uma garrafa de Dona Ermelinda (€10,90) e o queijo de ovelha gratinado (€6,90), que recheia uma tigela vintage e acompanha com tiras de pão torrado. 

Abre-se assim caminho para experimentar os pratos vegetarianos, uma das fortes apostas da nova carta. Os corações de alface grelhada (€5,90) são regados com um vinagrete de legumes de sabor agridoce e o quinoto de legumes do quintal (€6,90) substitui o arroz pela quinoa, junta-lhe os legumes e resulta numa cremosidade e um sabor que conquista até os maiores fãs de carne.


Créditos: Paulo Barata

Para terminar, ninguém pode abandonar o Quintal sem escolher do tabuleiro uma (ou mais) sobremesas que variam conforme o dia e os produtos à disposição do chef. A panacotta de frutos vermelhos traz à memória os sabores italianos que contrastam com a frescura do cheesecake de limão.


Créditos: Paulo Barata

Uma cozinha simples e sem complicações, uma decoração vintage e o sentimento da comida lá de casa são as três regras do Quintal, para cumpri-las basta rumar à Amadora e esperar que a porta se abra.

Mais informações:
O Quintal
Morada: R. Bernardim Ribeiro 5-B, 2700-111 Amadora
Telefone: 214 930 380
Preço médio: 35 € para duas pessoas (aprox.)
Horário de funcionamento: Aberto todos os dias das 12h30 às 15h00 e das 19h30 às 23h00

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.