Regresso aos nossos sentidos

Em todo o lado vemos e ouvimos. E em todo o lado insistem em que toquemos nalguma coisa. 

Nem que seja só com os sapatos. Vemos, ouvimos e tocamos. E o olfato que não nos larga! 

Depois de tanto sentir, dá-me a fome, e lá está: o paladar. 

Como não nos conseguimos livrar dos sentidos, o melhor é usá-los a todos. 

E sentir mais, para sentir cada vez melhor!

Cláudia Cibrão e Catarina Real

Sobre oCiclo: 5 sentidos, 5 sessões

Na próxima semana, no próximo mês e durante todo o ano a zet gallery propõe mais do que desligar – dos ecrãs, do automatismo, do trânsito, do quotidiano. Propõe um retorno ao gesto, ao toque, à mão; desafia-nos a criar com as próprias mãos e a materializarmos objetos. Estas três ações são caminhos possíveis a este regresso.

Catarina Real e Cláudia Cibrão, artista representada pela zet gallery, estreiam o Ciclo: 5 sentidos, 5 sessõespelo workshop: Visão: o desenho cego vê com as mãos? Responderemos ao desafio precisamente através de um dos nossos sentidos. Sem olhar, conseguiremos ver. As dinamizadoras da ação lembram que o denominado desenho cego tem sido explorado ao longo da história, pelos artistas. No sábado, dia 15 de junho, entre as 15h e as 17h, é a vez dos mais novos: as inscrições estão abertas para crianças entre os 8 e os 12 anos. 

Catarina Vale regressa à zet gallery para uma ação pensada para maiores de 15 anos. Em cerca de duas horas, os participantes serão iniciados na arte da encadernação japonesa. Esta oficina valoriza a capacidade de concentração e a relevância do papel no dia-a-dia. O resultado final? Criaremos as nossos próprias agendas e cadernos. Acontece dia 28 de junho, entre as 15h e as 17h. À semelhança da anterior, os matérias estão incluídos.

A artista Ana Monteiro, baseada na crença de que qualquer pessoa consegue pintar, pensou o Curso Livre de Desenho e Pintura, que se direciona não só a iniciantes mas a pessoas que pretendam aprofundar conhecimentos. Após a apreensão de determinadas técnicas, os participantes serão capazes de sustentar a sua obra pictórica na sua própria experiência, não só no campo artístico como a nível geral. Ainda há lugares nas turmas de terça-feira e quarta-feira (das 19h00 às 21h00). 

Nos próximos meses a zet gallery ganha uma nova vida pelas mãos de alguns dos artistas representados. Celebrámos o nosso quinto aniversário lançando um desafio aos mais de 400 artistas que integram o projeto: na galeria, espaço de todos, transmitam conhecimento, partilhem técnicas, contem histórias! O resultado, por divulgar, será um diversificado conjunto de ações formativas, dinamizadas pelos “nossos” autores, para todas as idades e percursos. 

Por Catarina Martins

head of communication dazet gallery

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.