Um “brunch” com spa em Lisboa

O “brunch” transformou-se já numa tradição em Lisboa. Com tantas opções à escolha, o Onde Ir foi à procura de um novo conceito. Já ouviu falar no “sprunch”? Então mergulhe nesta refeição.

Por Wilson Ledo

O plano era passar um Domingo de Reis diferente, como autênticos membros da realeza. E, para isso, rumámos ao hotel Iberostar Lisboa, na Rua Castilho, para um “sprunch”. O nome talvez lhe pareça um pouco estranho. Mas, se o dividirmos em duas partes, tudo fica mais simples: spa + “brunch”.

É mesmo esse o programa desta unidade de cinco estrelas na capital, onde não deve esquecer o fato de banho. Tudo começa com uma hora de spa: à chegada, apresentam-nos as diferentes opções para relaxar. Há sauna, banho turco, duche sensorial (frio), duche bitérmico (onde oscilam os jatos quentes e frios) e uma piscina interior.

Aqui, nesta etapa, cada um escolhe como quer dividir o tempo. Ao seu ritmo, sem pressas, o corpo vai relaxando e (curiosamente) ganhando apetite para o passo seguinte. Podemos então enganar o estômago com aperitivos numa sala de relaxamento ou (depois de desequipar, claro) partir para o restaurante no piso logo acima, o “Luz”.

Chama-se assim porque, de facto, é um espaço banhado pela luz do sol. Decoração simples e de bom gosto, a que se junta um atendimento acolhedor, familiar. O menu do “brunch” é pré-definido mas pode sempre repetir as partes que mais gosta. Contudo, deixamos um aviso: mesmo com o maior dos apetites, as quantidades generosas tornam difícil a empreitada. Chegar ao fim já é difícil, quanto mais repetir, diríamos.

 O “brunch” em si começa com um copo de champanhe. Depois chegam o pão, os queijos e enchidos, as compotas e tostas caseiras, os bolos e o sumo de laranja. A segunda etapa da refeição torna-se depois mais fresca com uma salada e tártaro de salmão e manga. E ao longo do menu, só nos é pedido que escolhamos um dos pratos: que tipo de ovos queremos. Para fechar, um brownie de chocolate com caramelo salgado.

Cada iguaria preparada pela equipa do chef Jorge Fernandes vai chegando cuidadosamente apresentada e, mais do que isso, apetitosa. Com a mesa cheia torna-se inevitável tirar uns minutos para uma ou várias fotografias para as redes sociais – que enchem o olho e despertam a curiosidade dos amigos, que logo disparam questões sobre como funciona este “sprunch”.

Para todos eles, aqui vai o essencial: este programa só está disponível aos domingos de manhã, com a refeição a ser servida entre as 12h30 e as 15h30. Com um custo de 36 euros por pessoa, é preciso reservar com antecedência. Pode também optar por fazer o circuito de águas após a refeição e introduzir um tratamento no spa, como uma massagem. Agora só falta experimentar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.