Vai uma escapadinha? A Ericeira está à espera

Para quem não vive sem mar, a Ericeira é uma paragem obrigatória em Portugal. As casas pintadas de azul e branco e a brisa constante são dois dos atrativos. Para quem é de Lisboa e tem o novo passe de transportes, chegar à Ericeira já não custa nada. O Onde Ir dá-lhe cinco fortes motivos para sair de casa.

Por Wilson Ledo

O Hotel Vila Galé Ericeira. 

É possível ir à Ericeira e voltar para Lisboa no mesmo dia, mas ver a noite cair e dormir nesta vila costeira tem outro encanto. Se gosta de acordar pela manhã e sentir o som das ondas a rebentar na areia, então este é o sítio para ficar. Com uma decoração um tanto ou quanto “vintage”, entrar nesta unidade hoteleira significa também fazer uma ponte com décadas e décadas de história, com os tempos em que era ainda o Hotel de Turismo da Ericeira. Um dos pontos fortes deste hotel é a esplanada, onde pode dar um pequeno passeio e tomar uma bebida com uma vista privilegiada para o mar (e para as duas piscinas do hotel). O calor nunca é muito abrasador porque a Ericeira já nos ensinou que há sempre uma brisa a correr. Em qualquer altura do ano, uma visita ao spa do hotel é sempre uma boa ideia. 

A Comida.

Sunset Bamboo

De uma coisa temos a certeza: se for à Ericeira, fome é uma coisa de que não se pode queixar. A vila está sempre a ganhar novos “spots”, com comida saudável e um ambiente relaxado. A aproveitar a tradição piscatória da Ericeira, a oferta de restaurantes de sushi é cada vez maior, como o Miaby Sushi by Rodrigo de Matos. Para quem procura um café com opções mais amigas da linha (e do ambiente), a Casa das Três, o GiG-Green is Good ou o Sunset Bamboo são três ótimas sugestões. Para aqueles finais de tarde em que apetece um petisco, reinventado os bons sabores portugueses, o destino chama-se Mar das Latas.

A Praça Central.

Praça Central

Qualquer terra que se preze neste país deve ter uma praça central. A Ericeira, como se lê aqui, não é exceção. A Praça da República e os seus bancos de jardim convidam a sentar um pouco e medir o pulso a esta vila. É neste ponto que se cruzam gentes tão diferentes, de idosos que conversam entre si a jovens surfistas que se deixaram conquistar pelo potencial das ondas. Por aqui, consegue encontrar lojas e cafés. As ruas que conduzem a este largo central têm muito artesanato para descobrir (e levar para casa para os familiares). De sardinhas de pano a miniaturas de barcos, passando por espanta-espíritos com conchas, o difícil vai ser mesmo escolher só um.  

A Casa Gama – Pastelaria.

Latas de biscoitos Pastelaria Gama

Se é apreciador de produtos feitos de forma artesanal e com história, vai ser impossível não dar um saltinho à Casa Gama. Na montra desta pastelaria, as latas de biscoito com aparência “vintage” despertam a curiosidade. Lá dentro, o cheiro a biscoitos de manteiga deixa-o logo a salivar. Grandes latas de metal, de tons azuis e vermelhos, enchem o espaço. Pode apenas comprar a lata – que faz um espanto em qualquer prateleira da cozinha – mas o melhor mesmo será pedir para enchê-la com as deliciosas areias, que se desfazem na boca.

O Prédio. 

Rooftop Prédio

Este é o local ideal para os que gostam de apreciar a vida do alto, no conforto de um terraço. O Prédio abriu em 2017, num edifício revestido com azulejos verdes. A decoração, a música e os petiscos vão fazê-lo sentir-se em casa. Junte os amigos, partilhe nas redes sociais (sim, o espaço é muito “instagramável”, como se diz agora) e relaxe. Acima de tudo, a Ericeira é terra para isso. Para relaxar!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.